Monthly Archives: fevereiro 2017

speedforce

5 acessórios inovadores para bikes.

A tecnologia nas bikes evolue rápido, mas não tão rápido quanto a tecnologias dos acessórios que colocamos nas bikes.

A evolução do celular provocou a utilização de Apps para modernizar as bicicletas. Hoje em dia andamos com o GPS para guiar nossas pedaladas e as lâmpadas são de LED.

Com a ascensão da bike no mundo, as empresas se preocupam cada vez mais em modernizar a bicicleta e seus acessórios para ganhar novos adeptos.

Esses são cinco acessórios que farão você ter uma bike, caso ainda não tenha.

tenisparacriancas

Tênis ideal para crianças praticarem esportes na escola.

tenisparacriancas

Olá a todos!

Voltando mais uma vez para o tema “tênis ideal para crianças praticarem esportes”, desta vez, como irá acontecer mais de uma vez, focando os esportes praticados dentro da escola.

Nessa semana tive algumas aulas bem interessantes dentro da escola, e uma das coisas que mais me chamou a atenção foram os diferentes tipos de tênis que as crianças usaram e continuam usando.

Com a nova página da ProRunning chamada “Bilingual Physical Education” (Facebook), contextualizei a minha pesquisa de campo sobre calçados infantis esportivos. Tenho visto vários modelos adequados para os esportes e mais ainda os modelos inapropriados para as aulas de EF.

Trouxe hoje esse modelo para mostrar para os professores e pais o que julgo como um tênis ideal para as crianças na escola. Tirei essa foto na semana passada e como vocês podem ver, é uma marca desconhecida da grande massa. Reconheço que garimpei na internet a origem da marca e não encontrei nada. Provavelmente vem de outro país, isso porque todas as informações no modelo contidas estão em inglês, assim como a própria marca (ABC Kids).

Fugindo das grandes marcas vendidas no Brasil, os pais da criança acertaram em cheio no modelo. Esse modelo é de uma criança de aproximadamente 4 anos de idade. Começando pela sola, ela é uma sola inteiriça, ou seja, ela não tem salto, o que aumenta a área de contato da sola com o chão, dificultando assim que o tênis “derrape” com menos frequência, o que evita quedas consideráveis.

Já o cabedal (parte que envolve o pé) é flexível com bastante área de tecido leve que ajuda na transpiração do pé da criança e ajuda na flexibilidade do tênis, porém, com os reforços necessários no Ante-pé (parte da frente do tênis) e no Contraforte (parte de trás do tênis – calcanhar). Isso aumenta a vida útil do tênis com esses reforços costurados em cima da tela flexível.

Por último, porém, não menos importante, a facilidade do velcro ao invés do cadarço para amarrar. Nós professores sabemos o quanto é difícil amarrar os tênis das crianças enquanto elas fazem uma atividade dinâmica. O velcro mantém o tênis “amarrado” e sem a possibilidade de desamarrar durante a aula. Dá para perceber ainda na foto que além do velcro, existe duas tiras de cadarço elástico logo abaixo do velcro que ajuda a manter o pé firme dentro do tênis, evitando assim torções de tornozelo. Importante para o bem-estar da criança.

Aqui no blog há uma aba que mostro alguns modelos inapropriados e outros adequados. Clique nesse link e saiba um pouco mais sobre o assunto: Tênis para crianças.

capaefb

Educação Física Bilíngue

capaefb

Há alguns meses eu decidi investir um pouco mais na minha carreira profissional e dar novos passos dentro da Educação Física.

A ProRunning é o meu projeto de carreira desde que saí da faculdade, tornando assim a minha empresa. Por ela trabalhei durante anos nas academias de São Paulo e nos Parques da cidade com os treinamentos de corrida e similares.

Em 2012 recebi uma proposta de um colégio bilíngue para ministrar aulas para o ensino infantil. Graças a esse emprego pude conquistar um novo espaço no mercado de trabalho e realizei sonhos pessoais também.

Chegou a hora de acrescentar algo novo para o projeto ProRunning. Esse projeto eu denominei Educação Física Bilíngue.

Depois de muito pensar no que eu precisava fazer de novo para o meu site, ter esse novo ramo, agora na Licenciatura é bastaste estimulante.

A ideia é trabalhar dentro das escolas em inglês como eu já faço, adquirir experiência com a pós-graduação em Psicomotricidade e adquirir um certificado em inglês. Concluindo essas etapas, introduzir a EF dentro de condomínios com as atividades que já exerço, porém, todas ministradas em inglês.

É ambicioso quando se trata de profissional de EF, mas é um mercado que cresce cada vez mais. Fiz uma aba aqui no site que desenvolverei o conteúdo aos poucos, mas já possuo uma página no Facebook (com o mesmo nome) com frequentes postagens. Dá uma olhada lá!